Atividades

 

Consistentemente com o conceito de âmbitos de intervenção, nossas atividades estão voltadas para os indivíduos, os grupos, as instituições e as comunidades.

 

Atendimentos Individuais


Os atendimentos individuais oferecidos pelo InterPsic são os seguintes:
Entrevistas: Como instrumento de apoio a processos decisórios na contratação ou promoção de executivos chave, ou como instrumento auxiliar de diagnóstico em situações de conflito.
Aconselhamentos: Acompanhamento de casos individuais, sem a caracterização de relação terapêutica. É o caso, por exemplo, de pessoas vivenciando situações específicas de conflito, ou que estejam em processo de mudança de situação profissional (aposentadoria, reorientação de carreira, redefinição de projeto de vida, abertura de atividade de consultoria, executivos necessitados de espaço de interlocução reservado para reflexão sobre decisões críticas, etc.).
Supervisões: Atendimento a psicólogos, profissionais de recursos humanos e profissionais de saúde em geral, com o objetivo de discussão de casos sob sua responsabilidade para reflexão sobre alternativas de abordagem, explicitação de referenciais teóricos aplicáveis, e, em termos gerais, a busca de aperfeiçoamento e melhoria na qualidade de seu trabalho.
Psicoterapias: Atendimento individual de caráter clínico psicanalítico.

Atividades em Grupo


Desenvolvemos diversas atividades de grupos, segundo objetivos específicos.
Seminários: Promovidos periodicamente, e destinados ao público em geral, são sempre propostos em torno de temas relacionados à nossa especialidade.
Grupos de estudo e de supervisão: Voltados para profissionais, são grupos centrados em temas de estudo ou em vivências dos participantes. Têm sempre uma função de transmissão de conhecimento e de apoio ao desenvolvimento profissional.
Grupos de formação de observadores e coordenadores de grupos operativos e análise institucional: Destinados a todo profissional para quem o conhecimento consistente a respeito de dinâmica de grupos e de instituições, independentemente de sua formação acadêmica de origem, é importante para o bom desempenho de suas atividades. Os grupos de formação de observadores e coordenadores de grupos operativos e de análise institucional têm duração de quatro anos.
Grupos terapêuticos: Destinados a pessoas em busca de psicoterapia, são grupos conduzidos segundo o enfoque psicanalí-tico operativo.
Casais e famílias: Atendimento psicoterapêutico.

Consultoria Institucional


As atividades mais conhecidas do InterPsic são as que desenvolvemos no campo da consultoria institucional. Nossos projetos institucionais são formulados caso a caso. Dentre as possibilidades diferentes de desenho do trabalho em instituições, podemos destacar as seguintes:
Grupos operativos de análise institucional: Envolvendo os primeiros escalões da hierarquia, são realizados com periodicidade regular (em geral, semanalmente). Nestes casos, a dinâmica se estrutura em torno da prescrição básica de "falar do não falado que interfere na eficiência da instituição".
Resolução de conflitos: Abordagens específicas para situações de conflito.
Dinâmicas para macro-grupos: Estratégias de dinâmica de grupo dirigidas a grupos com número grande de participantes (até centenas de pessoas).
Coaching: Grupos operativos de integração de equipes. Grupos de prospectiva estratégica: Conduzidos com apoio em técnicas desenvolvidas por Michel Godet, com o objetivo de estruturar o processo de planejamento estratégico.

 

Projetos Comunitários


Nos trabalhos comunitários, voltamo-nos para a consideração das questões relacionadas à dinâmica de grandes grupos, e, também, para os problemas de atendimento de grandes públicos. Na maior parte das vezes, os projetos comunitários surgem como desdobramentos de projetos institucionais, como é o caso do atendimento a Cooperativas Habitacionais ou Parques de Diversão. Em geral, nestes casos, os problemas que se apresentam estão relacionados à criação de canais de comunicação, estabelecimento de bases de confiabilidade nas interações, etc. Estamos, também, nos propondo a oferecer a Comunidades e Municípios o apoio técnico para o desenvolvimento de atividades de planejamento estratégico comunitário, com base nas propostas de Michel Godet.