Projeto Conversagem

Provocações a partir da Filosofia e Psicologia
sobre o
Mundo Contemporâneo e o Cotidiano do Sujeito

Teoria e prática do humanismo possível

 

A proposta

Promover intercâmbio, troca, através do estímulo mútuo, da construção de vínculos sustentados numa perspectiva de liberdade:
conversagem = conversa + aprendizagem.

O fundamental é a interatividade que nos estimula, uns aos outros, a pensar com nossos próprios botões, a dialetizar, a descobrir outras implicações e aberturas, e expressá-las com a própria boca e a própria pena (lápis, pincel, câmera, instrumento musical ...).

Consistência com direção filosófica bem definida: enfoque humanista dialético, com a contribuição da psicanálise, para a compreensão do ser humano.

Dessacralizar o conhecimento, já que o pensar é livre e se opõe a cultos, dogmas, castas , imposições de submissão de qualquer natureza.
O conhecimento nunca é definitivo: a cada passo, descortina, de novo, o novo, e desemboca em nova indagação.

Responder a necessidades de quem é consciente do momento singular que a humanidade atravessa.
Mais que isso: de quem, imerso nas contradições atuais, se compromete com a abertura de novas trilhas para a civilização e a humanidade. Necessidade que é também direito de perguntar, investigar, pensar, sem qualquer requisito prévio que não o de ser pessoa humana, datada e situada neste início de milênio.


Atividades incluídas


O projeto é composto por um conjunto de atividades e eventos que se articulam e convergem na direção da proposta.

Com frequência mensal, promoveremos palestras e debates que estimulem reflexão sobre a contemporaneidade.

As conversagens ocorrerão em periodicidade variável, seguindo as oportunidades levantadas pelos temas por nós propostos e a disponibilidade de comparecimento das pessoas, coordenados por Marco Aurélio F. Velloso.